NÃO BASTA ROGAR AJUDA PARA SI. É INDISPENSÁVEL O AUXÍLIO AOS OUTROS

NÃO basta rogar ajuda para si. É indispensável o auxílio aos outros. NÃO vale a revelação de humildade na indefinida repetição dos pedidos de socorro. É preciso não reincidirmos nas faltas. NÃO há grande mérito em solicitarmos perdão diariamente. É necessário desculparmos com sinceridade as ofensas alheias. NÃO há segurança definitiva para nós se [...]